segunda-feira, 17 de novembro de 2008

A Vaidosa


Acrilico s/ Tela
Dimensões (cm): 35 x 27
Dizem que tu és pura como um lírio ,
E mais fria e insensível que o granito,
E que eu que passo aí por favorito
Vivo louco de dor e de martírio.
Contam que tens um modo altivo e sério,
Que és muito desdenhosa e presumida,
E que o maior prazer da tua vida,
Seria acompanhar-me ao cemitério.
Chamam-te a bela imperatriz das fátuas,
A déspota, a fatal, o figurino,
E afirmam que és um molde alabastrino,
E não tens coração, como as estátuas.
E narram o cruel martirológio
Dos que são teus, ó corpo sem defeito,
E julgam que é monótono o teu peito
Como o bater cadente dum relógio.
Porém eu sei que tu, que como um ópio
Me matas, me desvairas e adormeces,
És tão loura e dourada como as messes
E possuis muito amor... muito amor-próprio.
"Cesário Verde"

6 comentários:

Silvana Raquel disse...

Olá linda, como podes ver estou constantemente a vir aqui para ver as tuas obras de arte, sempre ansiosa de ver novos quadros:), este está lindíssimo, gostei muito, é escusado dizer que és fantástica no que fazes...
Um beijinho grande de alguém que nunca te esquecerá:)

coisas que acontecem ou não disse...

Ola, espero q esteja td bem contigo, nunca mais apareces-t, e sp optimo ver coisas novas tuas.

beijinho

Fernando Santos (Chana) disse...

Olá Vera, muito grato com teu regresso...Espero que esteja tudo bem contigo... bela pintura...Bela vaidosa...Espectacular...
Beijos

Vera disse...

Olá Vera,
muito obrigada pela tua visita e pelo teu simpático comentário!
Mais uma vez lindas criações...este está lindo!
Beijinhos
Vera

Anónimo disse...

olá Verinha. é a Cramo.
+ um regalo para os nossos olhos.
tambéwm gostaria de te ficar com este. ainda o tens ou já o vendeste.
se puderes responde para o cbox@sapo.pt ou liga-me, 964289115.
mil beijos e tudo de bom.

Mariana Teixeira disse...

Vera é a Mariana só te queria dizer que este quadro é lindo, entre outros muito lindos!
Tal como eu digo a belaza não se faz nem se constói, a verdadeira beleza é a nossa, a verdadeira pureza do nosso coração!