quarta-feira, 9 de janeiro de 2008

Espelho


Pastel s/ Papel
Dimensões (cm): 45 x 33
Olhei para o espelho.Questiono: quem és tu? Quem queres ser? O que deves ou deverias ser? Uma fraude? O que vemos não somos nós! O que fazemos por vezes reflecte o que realmente somos... mas nem sempre...
Mas este espelho reflecte um sentimento de desespero do que somos e de um futuro que não Vemos qual é...

3 comentários:

Miguel Barreto disse...

Muda de vida se tu não vives satisfeito
Muda de vida, estás sempre a tempo de mudar
Muda de vida, não deves viver contrafeito
Muda de vida, se há vida em ti a latejar

Ver-te sorrir eu nunca te vi
E a cantar, eu nunca te ouvi
Será de ti ou pensas que tens...que ser assim?...

Muda de vida se tu não vives satisfeito
Muda de vida, estás sempre a tempo de mudar
Muda de vida, não deves viver contrafeito
Muda de vida, se há vida em ti a latejar

Ver-te sorrir eu nunca te vi
E a cantar, eu nunca te ouvi
Será de ti ou pensas que tens... que ser assim?...

Olha que a vida não, não é nem deve ser
Como um castigo que tu terás que viver
Olha que a vida não, não é nem deve ser
Como um castigo que tu terás que viver

Muda de vida se tu não vives satisfeito
Muda de vida, estás sempre a tempo de mudar
Muda de vida, não deves viver contrafeito
Muda de vida, se há vida em ti a latejar

Muda de vida se tu não vives satisfeito
Muda de vida, estás sempre a tempo de mudar
Muda de vida, não deves viver contrafeito
Muda de vida, se há vida em ti a latejar

Anónimo disse...

De que tem medo?
Do futuro?
Todos nós temos, mas ha momentos mais dificeis de ultrapassar, que nos assustamos quando olhamos em frente e o que vemos?...NADA!
Imagino a dor que estaria a sentir no momento que pintou este quadro,que assusta de tanta tristeza e desespero exprimido...mas que retrata tao bem como estaria o seu coração nesse momento. As suas pinturas falam!
PARABENS pelo seu talento!
José Antunes

MARIA LEMOS disse...

Absolutamente fantastico!